Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

Do sol a lua sua saudade...

A lua cogita,

Estrela bonita

O sol devaneia

Neste tempo que escasseia…

 

Não cuida nas evidências

Sente

Quente

Amor

Treme

Explosão

Sorri

Fecha os olhos e sente

Sonha com as essências

Neste tempo que escasseia…

De alma que nunca vi…

 

Na cama paira a essência

De dois amantes do coração

Pensar é ter razão.

Sonhar é possuir sem decência

 

Agora reina a solidão

Entre lençóis sedentos

Abre-se-me o coração

Entre tantos talentos…

 

Neste tempo que escasseia…

Já sinto de ti a Saudade,

Que em mim teima em reinar

Queria continuar a ter-te

Aqui e agora,

Aqui ou noutro lugar…

 

Na alma vejo um espelho

No coração o riacho

Queria ter-te em mim até velho

Mas agora procuro-te e não te acho

 

Sinto corpo em completa demência

Carne, que ainda arde em explosão

Tento acamar o fogo da razão

Vergando pedindo clemência

 

Mas ainda sinto

Neste tempo que me fugiu…

Sumo de amor jorrado

Escorrendo de corpo suado

Com recheio de perdão…

 

Vergando pedindo clemência

Sinto na cama a solidão

Agora,

Gemo, grito, uivo

Amo-te meu amor

Do fundo do meu Coração

 

Adormeço sonhando,

E depressa construo uma história

 

Ele é um azul de oceano galante

Ela é um cerúleo em lago de amante

Ele tem a pérola que lhe dá luz

O lago tem a poesia que a seduz.

 

Ele é a ave que voa.

Ela, o rouxinol que canta.

Voar é avassalar o campo.

Cantar é conquistar a alma.

 

Ela tem um farol: a consciência.

Tem uma estrela: a esperança.

A luz guia.

A fé salva.

 

Ele está colocado onde termina a terra,

Da eternidade reina

Dando-lhe calor, brilho e luz

ela, onde começa o céu,

brilha á noite

e enche-se de luz…

 

Amo-te meu amor

para lá deste universo

para lá deste tempo

que nos foge a correr

amo-te

e quero muito

continuar a  ter-te...

E

Será que

consegues explicar-me amor,

como é ter-te assim...

como é possivel,

como é possivel amor

porque queria ter-te assim

porque

porque já..

 já tenho saudades...amor

 

 


publicado por tueum às 07:45
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De alen-tejo a 25 de Outubro de 2007 às 11:04
Não amor meu, não te consigo explicar muita coisa que existe entre nós.
Não amor meu, não te consigo explicar como reajo contigo.
Não amor meu, não te consigo explicar como é possivel amar-te tanto e desta forma.
Mas amor, uma coisa eu sei explicar-te e muito bem, tudo o que já vivemos juntos até ao dia de hoje, nunca mais, mas nunca mais me saira do pensamento, e reforça muito a vontade de querer sempre estar mais e mais contigo.
Beijo na testa
Amo-te minha menina
Amo-te


De Subjectividades a 25 de Outubro de 2007 às 15:11
Viver é sentir, é amar.
Lindo este teu poema.
Bjs


Comentar post

.mais sobre nós

.Espreitando

online

.Visitas

.Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. TUA SEMENTE

. O minuto, O dia, A hora.....

. Desculpa (Seria Quase Voz...

. Quinze, dezas-seis-sete

. Bom ano

. Amo-te e só isso é real.....

. Brian Weiss

. Do sol a lua sua saudade....

. Tu e eu...Aventura...

. SAUDADE

. Pediste-me Sinceridade......

. Li num blog

. Quando eu....

. Um longo caminho para cas...

. Desafio

. Quando, tu e eu....

. Sei....

. Eu sei porquê...

. Depois do ultimo post...

. Tenho saudade e....

. Continuando na cama....

. Bom dia amor

. Saudades...

. Quando eu...

. Eu amo-te muito

. Também te amo muito, amor

. Respondo sim

. Amo-te amor e compreendo-...

. Não me esqueces...

. Se tu soubesses....

. Bebendo nesta palavras, a...

. Olha amor,

. É tão bom .... ler....

. Coragem...

. A causa...

. Simplesmente...

. MINHA VEZ

. Ai

. Desculpa amor mas,

. santo antonio

. É melhor ir esquecendo?

. Hoje...

. Nós e a Estrela

. Nós o sol e a lua

. Estarei a ficar doente de...

. Amor, desculpa, perdoa

. AMOR... -A- M-

. saber com o que posso con...

. Desculpa

. Amor desculpa, mas....

.pesquisar

 

.arquivos







blogs SAPO

.subscrever feeds